DIVISOR DE FREQUÊNCIAS

(fonte - site Bravox - http://www.bravox.com.br/portal/materia.asp?id_CON=585 )

A função de um divisor de frequência é separar o sinal em seções ou bandas de sinal, antes de enviá-lo aos alto falantes.

Isto assegura que cada alto falante receba somente as frequências para as quais foi designado.
Existem dois tipos de divisores, o passivo e o ativo. O passivo é composto de capacitores e bobinas, já o ativo através de um circuito eletrônico.

Os divisores de freqüências são utilizados para separar as freqüências que interessam a um determinado tipo de alto-falante, ou seja, um médio-grave deve receber apenas freqüências compreendidas na faixa de 80 a 5.000 Hz, neste caso temos de utilizar um divisor de freqüências que limite em 80 e 5.000 Hz a resposta em freqüência.

Para isto são utilizados os filtros. Os filtros podem ser ativos ou passivos. 

Ativos - são compostos de circuitos eletrônicos 

Passivos - são compostos de capacitores e indutores 

A vantagem do divisor ativo é que ele não acarreta perdas. Isto ocorre pelo simples fato de que o corte é sempre feito antes do amplificador, ou seja, não existe nenhum componente que faz com que a tensão de saída do amplificador seja dividida.

Já no caso do passivo existem perdas. Isto se deve ao fato de o capacitor e o indutor possuírem reatâncias e, como são utilizados após a saída do amplificador e antes do alto-falante, eles acabam fazendo com que a tensão de saída do amplificador seja dividida entre capacitor, indutor e alto-falante.

Os divisores de freqüências são utilizados também como uma espécie de proteção para alguns alto-falantes, como o caso dos tweeters, médios, médio-graves, drivers, etc. Isto porque muitos destes alto-falantes não podem ser submetidos a baixas freqüências, pois isto acarretaria um excesso de excursão, o que com certeza poderia causar uma possível distorção sonora e até mesmo um rompimento da suspensão.